SGA: como usar o Sistema de Gestão Ambiental nas empresas

A implementação de um bom Sistema de Gestão Ambiental nas empresas ajuda a melhorar o desempenho organizacional e a imagem do negócio, bem como a reduzir custos internos e conquistar novos clientes.

Como resultado, além de fomentar o lucro sustentável, o SGA pode aperfeiçoar seu impacto ambiental e ajudar a resolver imbróglios relacionados a regulamentações. 

Ao mesmo tempo, esse sistema promove um controle operacional mais forte, como a economia de energia, por meio de processos voltados para a proteção e preservação do ecossistema global e do meio corporativo.

Quer saber como usar o Sistema de Gestão Ambiental e aliar esse recurso ao crescente interesse do mercado em empresas sustentáveis? Então continue lendo este artigo.

    O que é um sistema de gestão ambiental?

    Também conhecido pela sigla “SGA”, o sistema de gestão ambiental pode ser classificado como um conjunto de normas, estratégias e procedimentos que permite à empresa acompanhar e gerenciar os impactos ambientais de suas atividades, produtos ou serviços.

    Regulamentado pela norma ISO 14001, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), os requisitos operacionais e de implementação podem atender às regulamentações governamentais e identificar oportunidades para melhorar o desempenho ambiental de uma organização com base em suas próprias metas e objetivos individuais.

    Em síntese, essa estrutura ajuda uma organização a atingir suas metas ambientais – sejam elas voltadas para a redução ou eliminação de impactos ambientais negativos ou mesmo o aumento dos efeitos positivos – revisando, avaliando e melhorando continuamente seu desempenho ambiental.

    Toda empresa precisa implementar um sistema de gestão ambiental?

    Em 2019, um estudo realizado pela agência de pesquisa norte-americana, Union + Webster, divulgado pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), indicou que 87% da população brasileira prefere comprar produtos e serviços de empresas sustentáveis. 

    A mesma pesquisa revelou ainda que 70% dos entrevistados não se importam se precisarem pagar um pouco a mais por isso.

    A transformação social e ambiental já se tornou uma vantagem competitiva para as empresas (sejam elas grandes ou pequenas) que adotaram as medidas necessárias para se enquadrar a esta nova exigência. Redução e reciclagem de resíduos, substituição do uso de papel para documentos eletrônicos e redução no consumo de energia são alguns padrões para que seu negócio possa ser reconhecido como mais responsável.

    Nesse sentido, um Sistema de Gestão Ambiental se destaca, tanto por ajudar as empresas a reduzir seu impacto no ecossistema, quanto por garantir que as atividades empresariais não desafiem nenhuma legislação ou regulamentação ambiental.

    Assim como as organizações têm sistemas para gerenciar finanças, pessoas e segurança, é igualmente importante ter recursos para administrar questões ambientais. Isso leva à melhoria contínua e ao alcance mais rápido das metas de sustentabilidade, o que, por sua vez, contribui para uma imagem de marca positiva.

    Quais benefícios de um sistema de gestão ambiental incluem?

    Listamos abaixo as principais vantagens do SGA:

    • redução de incidentes ambientais e repercussões negativas;
    • melhora na reputação e imagem corporativa;
    • manutenção de melhores relacionamentos com órgãos reguladores;
    • vantagens competitivas de negócio e marketing;
    • aperfeiçoamento do desempenho regulatório;
    • reduz o risco de multas por não conformidade com as regulamentações ambientais;
    • funcionários mais motivados, focados, seguros e conscientes;
    • novas oportunidades para atrair mais clientes, investidores e acionistas;
    • melhorias qualitativas e quantitativas nos processos de apoio à gestão, como treinamento e conscientização de funcionários, processos de garantia de conformidade ou programas de ação corretiva/preventiva;
    • redução de emissões de poluentes e resíduos;
    • aumento de lucro sustentável.

    Vale destacar que o fato de um dos principais focos do SGA ser a eficiência energética e o gerenciamento de resíduos também pode ajudar a otimização da eficiência operacional, reduzindo assim os custos. 

    Os funcionários também devem ser orientados sobre todas as questões ambientais relevantes para suas carreiras, fato que possibilitará o entendimento da importância da conscientização ambiental como um todo e do comportamento individual.

    ⚠️ Confira também estes artigos relacionados 👇

    ➡️ Conheça os principais tipos de modelo de gestão de empresa
    ➡️ Saiba o que é gestão de marketing e como fazê-la na sua empresa
    ➡️ Quais são as 9 estratégias e práticas para o sucesso da gestão de uma empresa

    Quais são as principais características de um SGA?

    Saiba quais são as cinco principais etapas de um Sistema de Gestão Ambiental nas empresas:

    Compromisso e Política

    Já que o SGA é um conjunto de políticas, práticas e procedimentos técnicos e administrativos em busca do melhor desempenho ambiental, é necessário estabelecer uma política interna para a respectiva tratativa. O documento descreverá os compromissos da empresa para com o meio ambiente

    Planejamento

    Posteriormente, a organização deve ter clareza sobre todos os diferentes aspectos de seu impacto ambiental, como o consumo de energia, gastos de insumos como papéis e efeitos na comunidade local. 

    Além disso, é preciso prever os requisitos legais, objetivos e metas estabelecidos na política ambiental. Considere, por exemplo, programas de ação ambiental para atender a objetivos específicos, como emergências ambientais.

    Implementação

    A implementação do SGA demanda a atribuição de responsabilidades a indivíduos ou grupos. Portanto, treinamentos devem estar previstos na gestão estratégica, mas também documentados.

    Verificação e ações corretivas

    Uma empresa monitora suas operações para avaliar se os objetivos e metas estão sendo alcançados. Assim, a empresa poderá, quando necessário, tomar medidas corretivas.

    Revisão

    Gerentes devem revisar o SGA e tomar medidas se forem necessárias mudanças na política, objetivos e/ou metas ambientais, com o propósito de otimizar a eficácia do sistema. A fase de revisão cria um ciclo de melhoria contínua para uma empresa.

    Como usar o Sistema de Gestão Ambiental nas empresas

    Adotar o uso de um Sistema de Gestão Ambiental pode parecer uma tarefa complexa demais para pequenas e médias empresas, mas não é bem assim. Desde que executado em etapas, é um trabalho vantajoso e plenamente possível de ser executado.

    Pensando nisso, explicamos a seguir como colocar em prática esse recurso que incentiva uma organização a melhorar continuamente seu desempenho ambiental, as metas ambientais e de sustentabilidade para iniciativas de qualidade. É só continuar lendo aqui:

    Defina as metas da empresa para elaboração do SGA

    O primeiro passo no planejamento do Sistema de Gestão Ambiental é definir por que você está buscando implementar esse recurso na sua empresa. Você está tentando diminuir os impactos negativos no meio ambiente? Quer aumentar os efeitos positivos das medidas já adotadas? Quer se regularizar com os órgãos responsáveis? Anote seus objetivos e consulte-os com frequência à medida que avança no planejamento.

    Faça um mapeamento dos processos executados

    Identifique os aspectos e os impactos gerados em cada uma de todas as atividades que compreendem o seu negócio e como elas afetam o meio ambiente e a comunidade.

    Mostre os benefícios para os responsáveis pela empresa

    Obviamente, uma das etapas mais críticas para o sucesso da gestão de uma empresa é contar com o apoio e comprometimento da diretoria no desenvolvimento e efetivação do SGA. A administração deve primeiro entender os benefícios desse sistema e o que será necessário para implantá-lo.

    Para desenvolver esse entendimento, explique os pontos fortes e as limitações de sua abordagem atual e como essas limitações podem afetar o desempenho financeiro, ambiental e a reputação da organização.

    Forme uma equipe de linha de frente para a implementação

    Uma equipe com representantes das principais funções de gerenciamento (como engenharia, finanças, recursos humanos, produção e/ou serviço) pode identificar e avaliar problemas, oportunidades e processos existentes.

    Programe uma reunião inicial

    Uma vez que a equipe tenha sido selecionada, faça uma reunião que servirá como o pontapé inicial para discutir os objetivos da organização na implementação de um SGA, os passos que precisam ser dados e como cada membro da equipe contribuirá com o projeto. 

    Com base nas atividades listadas e impactos percebidos, criem métodos de controle, de monitoramento e soluções tecnológicas para minimizar esses impactos.

    Promova uma revisão preliminar

    É importante executar uma revisão preliminar de sua conformidade atual e de outros programas/sistemas ambientais e compará-los com os critérios do seu SGA, como a norma ISO 14001 que auxilia na identificação e gestão dos riscos ambientais associados aos processos internos da atividade desenvolvida pela organização.

    Prepare orçamentos e cronogramas para manter o direcionamento e o foco

    Com base nos resultados da revisão preliminar, prepare um plano de ação e inclua um orçamento para as estratégias previstas. Especifique quais ações-chave são necessárias, quem será responsável, quais recursos são necessários para a execução e qual o deadline para a conclusão do trabalho.

    Envolva os funcionários nos processos

    Os colaboradores são uma importante fonte de conhecimento sobre questões ambientais, de saúde e segurança relevantes para suas respectivas áreas de trabalho e a eficácia dos processos e procedimentos atuais. Treiná-los e incluí-los no processo de SGA os deixará mais confiantes e preparados para sustentar as mudanças.

    Monitore e mantenha a equipe atualizada a respeito do progresso

    Certifique-se de monitorar regularmente seu progresso em relação a metas e planos de projeto e seja transparente sobre sua evolução para dar suporte à continuidade do SGA e alavancar melhorias para melhorar a reputação de sua empresa.

    Não sabe por onde começar? Foque na gestão eletrônica de documentos

    Substitua as pilhas de documentos e as dezenas de armários que os abrigam para aumentar a eficiência e a sustentabilidade do seu negócio ainda mais rápido. 

    A digitalização tem inúmeros benefícios que oferecerão valor imediato ao empreendimento e ao Sistema de Gestão Ambiental nas empresas

    Confira porque investir na gestão eletrônica de documentos (GED) é vantajoso para o seu negócio.

    Deixe um comentário