O que é transformação digital e como aplicá-la na sua empresa

Ao longo dos últimos anos, o tema da transformação digital tem sido cada vez mais recorrente. As incessantes inovações tecnológicas promovem constantes mudanças nos mais diversos setores da sociedade e também das empresas: financeiro, comercial, marketing, entre outros.

No mundo corporativo, essas mudanças se refletem sobre as posturas e as mentalidades das empresas, no sentido de atualizar e modernizar suas práticas em prol de um desempenho aprimorado. 

Esses aprimoramentos são claramente visíveis nas novas práticas que vem tomando conta do cenário empresarial, como, por exemplo, o uso crescente de soluções como assinaturas digitais, armazenamento em nuvem e softwares específicos.

Porém, é preciso compreender que falar sobre transformação digital envolve muito mais do que simplesmente a criação ou a implementação de novos dispositivos, mecanismos e serviços. 

Acima de tudo, torna-se imprescindível entendermos que a transformação digital se apresenta como um conceito amplo, que exerce fortes impactos na sociedade e envolve uma mudança estrutural na cultura da empresa diante de uma nova realidade que se apresenta diante de nossos olhos.

Em outras palavras, antes mesmo de simplesmente olhar para as novas tecnologias, é preciso, primeiramente, ver o todo e compreender este novo contexto de mundo em que os avanços são constantes e tão influentes sobre as nossas vidas. 

Apenas com essa visão atenta e abrangente, será possível compreender os pormenores da transformação digital e implantá-la de forma eficiente em sua empresa.

Por esse motivo, preparamos este conteúdo completo sobre transformação digital. Continue a leitura para aprimorar seus conhecimentos sobre esse tema tão importante.

    O que é transformação digital?

    De forma breve, podemos definir o conceito de transformação digital como uma grande mudança interna estratégica na cultura interna da empresa, por meio da qual a tecnologia torna-se o principal instrumento de evolução de sua performance

    Ao promover essas mudanças em nível estrutural, as práticas de uma determinada companhia, invariavelmente, ganham expressivamente eficiência, produtividade e fortalecimento da marca no mercado.

    É correto afirmar, portanto, que a transformação digital está muito além de simplesmente criar um site para o seu negócio, implementar um atendimento online ou explorar determinados recursos tecnológicos.

    Aqui, estamos falando de um conceito mais amplo, que compreende a necessidade de assumir um modelo de gestão no qual a tecnologia possui um papel central no aprimoramento do desempenho da empresa. Ou seja, a transformação digital visa fazer com que todos os processos sejam conduzidos de acordo com a lógica de um mundo tecnológico.

    Para tal, muito antes de se partir para a tecnologia em si, é preciso pensar em aspectos fundamentais como: foco no cliente, recolhimento de feedback e agilidade nos processos, além de uma boa capacidade de adaptação a mudanças.

    De que maneira surgiu a transformação digital?

    Poderíamos, simplesmente, dizer que a transformação digital foi ocasionada de forma natural pelos recentes avanços tecnológicos. Entretanto, embora não esteja, de fato, errada, essa seria uma explicação um tanto preguiçosa.

    Portanto, ao analisarmos a questão mais de perto, percebemos que o principal fator é que tanto o mercado quanto a sociedade em si tornaram-se extremamente acelerados e dinâmicos, conforme o conceito de Mundo VUCA (volatility, uncertainty, complexity and ambiguity – ou volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade).

    Um dos principais fatores de contribuição para esse cenário foi o boom da Internet entre o final dos anos 90 e o começo do século 21. Seu uso massificado, as redes sociais, os aplicativos de conversa, e os blogs foram, certamente, muito importantes para trazer a maior parte das pessoas e dos negócios para o ambiente digital.

    O advento dos smartphones, poucos anos depois, foi decisivo para estabelecer de vez a internet como uma quase extensão da vida real. Paralelo a isso, o mercado foi acompanhando essas tendências, transformando e estreitando as relações entre marcas e consumidores.

    Note que não se trata apenas de creditar a transformação digital às novas tecnologias, mas de compreender como essas inovações tanto influenciam quanto são influenciadas pelas dinâmicas da sociedade.

    Como funciona a transformação digital?

    Como dissemos acima, a transformação digital não significa apenas a implementação de novas tecnologias, mas de um processo longo e complexo, baseado em uma mudança estrutural e cultural.

    Ela pede que tanto gestores quanto funcionários se adaptem e aprendam gradativamente sobre como se dá essa série de mudanças. É, portanto, algo que demanda tanto tempo quanto investimento, e que deve ser cuidadosamente administrado.

    Para que a transformação digital seja implantada de forma adequada, é importante que as lideranças estabeleçam diretrizes claras e objetivas a serem seguidas. Conforme essas normas sejam absorvidas por todos, a transição de pensamento da empresa ocorrerá de forma organizada, fluida e gradual.

    Não adianta simplesmente forçar certas posturas e práticas sem que haja uma real compreensão de seus significados e propósitos, como, infelizmente, ainda fazem muitas empresas – na prática, isso não traz transformação alguma, e não proporciona nenhum tipo de benefício à performance da organização e aos resultados obtidos.

    Mais do que introduzir a inovação tecnológica, é preciso compreendê-la e dominá-la. Porém, antes mesmo disso, é importante se atentar a alguns aspectos que constituem os pilares fundamentais da transformação digital. 

    Segundo o especialista em inovação corporativa David L. Rogers, os pilares fundamentais para conduzir a transformação digital nas empresas são quatro: cliente, competição, dados e inovação. Vejamos cada um deles a seguir.

    Cliente

    A experiência final do cliente é um importante parâmetro para qualquer medida a ser tomada dentro de um negócio – afinal, marca alguma sobrevive por muito tempo quando o consumidor está sempre insatisfeito. 

    Portanto, ao introduzir a transformação digital na sua companhia, tenha em mente que compreender o seu público, assim como seus desejos e necessidades, é fundamental. 

    É preciso manter sua audiência engajada, assim como personalizar seu produto ou serviço de acordo com as particularidades do seu público-alvo e manter uma comunicação eficiente com ele – e a transformação tecnológica na sua empresa deve caminhar nesse sentido.

    Competição

    Uma das principais mudanças trazidas pela transformação digital está na forma como a concorrência é enxergada. Além da evidente competição entre empresas do mesmo segmento, há, agora, uma infinidade de plataformas, ferramentas e inovações tecnológicas que tornaram-se parte da equação.

    Dados

    Este é o terceiro pilar da transformação digital. Existe uma infinidade de fontes de dados por toda a parte, e leva vantagem aquele que conseguir colher esses dados e convertê-los em informações relevantes, e com base nas quais serão tomadas as decisões de maior importância estratégica para o negócio.

    Inovação

    Essa é, provavelmente, a primeira idéia que nos vem à mente ao falar em transformação digital. Contudo, é necessário lembrar que nem toda inovação significa algo totalmente criado do zero. 

    Qualquer prática que nunca tenha sido adotada pela empresa, ainda que já exista lá fora, pode ser considerada uma inovação dentro daquele contexto – e, muitas vezes, essas pequenas melhorias já são capazes de apresentar grandes resultados.

    Quais são os impactos da transformação digital na sociedade e nas empresas?

    Se você chegou até aqui, já deu para perceber como o impacto da transformação digital na sociedade é importante. 

    Com a tecnologia cada vez mais rápida, versátil e acessível, houve uma verdadeira revolução na forma das pessoas se relacionarem umas com as outras, com o mundo e com as marcas – hoje, há aplicativos para as mais diversas finalidades, ao alcance de um toque na tela do celular.

    No que diz respeito às empresas, percebemos que não é diferente: os resultados são reais e robustos para as organizações que já aderiram à cada vez mais inevitável transformação digital.

    Uma pesquisa realizada em 2019, pela Forbes, aponta os resultados de algumas empresas, destacando o tempo de implementação da transformação digital de cada uma, bem como seus respectivos percentuais de crescimento de ações.

    O grande destaque dessa lista é a Microsoft. Após cinco anos de processo de transformação digital, as ações da gigante fundada por Bill Gates e Paul Allen viu suas ações crescerem em nada menos do que 258%.

    Para compreendermos um pouco melhor esse fato, precisamos voltar ao ano de 2014, quando, após sofrer com a concorrência agressiva de empresas como a Apple e a Amazon, a Microsoft foi levada a se reinventar e a investir em soluções baseadas na nuvem, além de promover outras práticas inovadoras, como empreender parcerias com outras empresas do ramo tecnológico, adaptando-se à realidade atual do mercado.

    Ainda sobre os impactos da transformação digital na sociedade e nas empresas, vale também ressaltar que, sobretudo após a pandemia, as interações em âmbito digital, tanto pessoais quanto comerciais, aumentaram exponencialmente – reforçando que a transformação digital se apresenta como um fenômeno social e econômico flagrante, natural e inevitável.

    Após ler este artigo, fica fácil compreender que a transformação digital é um processo inevitável para toda e qualquer empresa. Afinal, nos dias de hoje, as novas tecnologias apontam o caminho para o futuro. Por isso, convidamos você a conferir um conteúdo completo sobre uma das maiores apostas digitais: o metaversol!

    Deixe um comentário